C hipping e P itching
           Seu caminho para um jogo bem sucedido

O chipping cria uma tacada "low-lofted running".

O pitching cria uma tacada de arco alto com backspin.

Para aumentar sua pontuação no Golfe, as técnicas no green são essenciais. Os melhores jogadores são melhores no "chipping e pitching" perto do buraco. Suficientemente perto para colocá-lo com um putt. A diferença entre um "chip" e um "pitch" é a trajetória e a rotação (spin). Um "chip" pode bem ser descrito como um putt com um vôo inicial. Voa baixo e rola como um putt em direção ao buraco.



Por outro lado, um "pitch" é um "high-loft shot" (tacada que produz um alto arco) com rotação para traz (backspin), o que impede a bola de rolar muito após aterrissar.

A escolha do taco é o primeiro passo para definir o vôo da bola. Um taco menos loft como o ferro 7 é usado para criar um tacada de pouco curso, (low running). Um "wedge", de preferência um sand-wedge é usado para criar uma tacada high lofted. Cada jogada requer uma técnica diferente. O "chipping" é mais facilmente obtido simulando-se uma tacada putt, conforme visto na foto #1.
foto # 1

foto # 2
A posição final pode ser vista como um "follow through" abreviado. O taco permanece baixo no terreno, o pulso permanece firme e a face do taco é apontada para o alvo como na foto #2. Esta técnica é mais freqüentemente usada a menos de 5 metros do edge do green.
Um "pitching" pode ser usado quando você está a mais do que 5 metros do edge do green. O fator determinante para escolher a técnica de "pitching" é a quantidade de green entre você e a o pau da bandeira (flagstick). Quando tem muito green (mais de 5 metros) é apropriado manter a bola no solo e rolar para o buraco. Para este tipo de tacada termine o seu swing com o taco posicionado como aparece na foto # 3.
foto # 3

foto # 4
As mãos estão relaxadas, permitindo o cabo e as ranhuras do taco estarem na vertical. Quando há mais de 5 metros entre você e o pau da bandeira, você desejará criar uma trajetória alta e de rotação reversa (backspin) que impedirá a bola de rolar muito após aterrissar. Para esta tacada a posição final é indicada na foto #4. A mão guiadora permanece sob o eixo (shaft) de modo que o cabo e as ranhuras ficam horizontais.

Como o sucesso desses tacadas dependem da habilidade para avaliar a distância, estas jogadas necessitam de certo tempo de prática. Todos temos habilidade para controlar a distância de modo que quanto mais praticamos e experimentamos, melhor será o jogo de perto e consequentemente melhor será a pontuação.

Artigo escrito por Kathy Murphy © - GolfWeb Columnist. Fotos: GolfWeb ©.
Todos os direitos reservados aos autores, sendo aqui reproduzidos com fins jornalísticos.